fbpx

Associação Francana de Voleibol Feminino completa 30 anos

Na capital do calçado, engana-se quem pensa que aqui só tem basquete como esporte consolidado. Em Franca (SP) há 30 anos existe a Associação Francana de Voleibol Feminino, que já atendeu mais de 5 mil crianças e adolescentes, ensinando sobre a modalidade,a importância de competir e tudo que de positivo o esporte oferece. Atualmente, são mais de 300 crianças e jovens beneficiadas pelo projeto.

Atualmente o Vôlei Feminino possui quatro núcleos. Nesses pontos acontecem o trabalho de iniciação ao voleibol, com crianças entre 9 e 12 anos. É por meios desses núcleos, que as meninas têm o primeiro contato com o esporte. É onde tudo começa. “O esporte nunca deve ser um fim, ele sempre tem que ser tratado como um meio. Meio para oferecer uma oportunidade melhor de vida para uma criança”, conta Paulo Silveira, técnico da categoria sub-20 e responsável por todo o projeto.

Depois da iniciação, passam a fazer parte da equipe Mirim crianças com até 14 anos. Entre 14 e 16 anos é a equipe Infantil e de 16 a 19 anos é a equipe Infanto. Nessa última, é onde o trabalho da Associação Francana de Voleibol encerra o trabalho com as crianças e jovens. Todo ano são reveladas jogadoras para a Seleção Paulista e Seleção Brasileira e as jogadoras se tornam conhecidas pelos inúmeros campeonatos que disputam. “É um trabalho de cidadania que realizamos há 30 anos na cidade. Crianças da periferia que muitas vezes não tem a possibilidade de um caminho de sucesso encontra no esporte a oportunidade para dar um rumo vitorioso na vida”.

Há ainda mais duas formas de ajudar a associação: por meio da Lei de Incentivo Fiscal ao Esporte – que são mecanismos que permitem às empresas direcionar parte do valor que precisa ser recolhido em tributos, para projetos esportivos; e aindaplano de patrocínios diretos projetados em cima de Marketing Esportivo.

“Temos o apoio da FEAC, mas estamos buscando novas parcerias. Temos a necessidade do apoio das empresas para darmos mais condições às equipes. O projeto não pode morrer por falta de investimento”.

 

*Fotos: Wilker Maia

Notícias

17.09.2019 |

Prêmio Francal Top de Estilsimo – Designer francano comemora nova etapa profissional

Sete vezes vencedor do Prêmio Francal Top de Estilismo, Augustinho Ferreira acaba de concluir o curso oferecido pelo Istituto Europeo di Design, que incluiu um módulo na Itália.

17.09.2019 |

O uso incauto das redes sociais e o dano moral das pessoas jurídicas

A divergência foi pacificada pelo Superior Tribunal de Justiça, que através da através da edição da Súmula 227, determinou que “[a] pessoa jurídica pode sofrer dano moral”.

13.09.2019 |

Santa Casa de Franca quer abrigar Rede Lucy Montoro

Estrutura do Complexo Hospitalar seria trunfo para trazer programa à cidade