Comtur quer estruturar turismo em Franca para ajudar economia

Responsável por gerar prosperidade, emprego e renda, o setor de turismo em Franca pode, em breve, apresentar novidades. O Comtur (Conselho Municipal de Turismo) trabalha junto ao Poder Executivo para aprovação do ‘Plano Diretor de Turismo’. A iniciativa visa desenvolver os potenciais turísticos na cidade e a classificação de Franca como ‘Município de Interesse Turístico’ junto ao Governo do Estado de São Paulo.

“Estamos trabalhando no sentido de aprovar esse plano que foi elaborado em 2018 por uma consultoria especializada em turismo. Precisamos que o Executivo envie para a aprovação da Câmara e, na sequência, encaminharemos para a Assembleia Legislativa e lá um deputado destinará para a Secretaria Estadual de Turismo”, explicou a presidente do Comtur Franca, Rosana Branquinho, sobre o trâmite.

Com a certificação, o município passa a receber recursos anuais do Governo do Estado para serem destinados a investimento em infraestrutura turística. A verba – em torno de R$ 600 mil anuais – tem o intuito de fomentar a ampliação e o fortalecimento das atividades econômicas da cidade.

“Por meio dessa verba, será possível uma melhor efetivação de infraestrutura turística, além da sua utilização em eventos, na conservação do patrimônio histórico e cultural e em festas populares, como as Cavalhadas”.

Rosana disse que com o Plano Diretor aprovado, outros projetos poderão ser executados como a efetivação da função de turismólogo para ajudar analisar, estudar e estruturar o turismo no município. “O turismólogo é um profissional com capacidade técnica que ajuda a desenvolver o trabalho, mesmo que haja descontinuidade de governo”.

Outro projeto, no aguardo de aprovação, trata da implantação de um curso junto ao Centro Paula Souza de turismo receptivo. A ideia é formar profissionais que possam recepcionar os visitantes que vem até Franca tratar de negócios. “Precisamos formar mão de obra especializada e também elaborar roteiros de compras seja de calçados, moda, doces e bares. Hoje não temos esse material”, disse Rosana.

Para ela, todas essas ações dependem de um maior empenho do Poder Executivo e de envolvimento da sociedade civil. “O Comtur é um conselho consultivo e deliberativo. Tem a função de orientar, sugerir e apoiar o Poder Público nas questões relevantes ao turismo, um setor que gera empregos e renda e pode ajudar na recuperação da economia”.

Rosana acredita que além de trabalhar o turismo local é necessário também desenvolver o setor na região e assim, criar roteiros integrados que incentivem o turista a permanecer mais um dia na região de Franca e conhecer lugares como a Serra da Canastra e Rifaina. “Hoje o investimento em turismo deixa muito a desejar. O Poder Executivo não tem conhecimento da atividade turística para os municípios. É preciso um olhar mais atento, pois o turismo pode ajudar a alavancar a economia”.

 

Foto: Wilker Maia (Arquivo/ACIF)

Notícias

25.09.2020 |

Franca terá seletiva de modelos fotográficos PCDs

Seleção será feita em outubro e é voltada para deficientes entre 7 a 30 anos; iniciativa faz parte do projeto ‘Protagonize-se Inclusão e Fotografia’

24.09.2020 |

Franca terá cinema drive-in gratuito no estacionamento do ‘Fernando Costa’

Projeto Cine Autorama retorna à cidade com três sessões para a família nos dias 1º, 2 e 3 de outubro

23.09.2020 |

Empresário investe 25 mi na construção de novo santuário em Cássia (MG)

Templo será dedicado à Santa Rita de Cássia e terá capacidade para cinco mil fiéis sentados, obra deve ser concluída em maio de 2022