Franca registra dez novos MEI’s por dia; maioria no setor de vestuário

Dados do Sebrae mostram que o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) cresceu 21,2%, no ano passado, em Franca. De janeiro a dezembro de 2019, surgiram 3696 novos empreendedores na cidade, o maior número (1804) no setor de vestuário e acessórios. O total corresponde 308 registros de MEIs por mês ou dez novos por dia.

Para o analista de negócios do Sebrae-SP, Douglas Figueiredo Macedo, a alta no número de formalizações em Franca, segue uma tendência nacional impulsionada pelo aumento do desemprego e pela busca dos empreendedores em deixarem de serem informais e terem acesso aos benefícios da formalização. Macedo ainda ressalta que a exigência de muitas empresas para que seus prestadores de serviço se formalizem para que continuem como fornecedores também contribuiu para esse crescimento.

“Em alguns seguimentos isso já é uma realidade, mas a tendência é que essa prática se expanda para vários segmentos pois dá mais segurança jurídica para as empresas contratantes e para os prestadores de serviço. Em especial, na cidade de Franca, as mudanças no setor calçadista, levaram muitas pessoas a buscarem novas atividades e novas formas de renda o que também potencializa esse grande número de formalizações”.

Na sequência do vestuário, os segmentos com mais registros de novos MEIs foram cabeleireiros (1648), obras de alvenaria (1063) e acabamento de calçados de couro sob contrato (881). “O setor de comércio de vestuário e acessórios teve maior demanda por se tratar de um negócio menos complexo de ser iniciado quando comparados com outros seguimentos. Muitos iniciam comprando de grandes distribuidores ou vão até São Paulo fazer compras e já começam a vender os produtos. Aliado a isso, a tendência no setor de moda, de se trabalhar nichos/grupos de pessoas específicos, faz com que surjam novas oportunidades”, explica o analista do Sebrae.

A proprietária da loja Armário da Maria, Marcela Galvão, 31, é um exemplo. Ela começou como sacoleira e vendia as peças para amigas e familiares. Após dez meses de planejamento, decidiu abrir a loja física com o auxílio do Sebrae e hoje atende as clientes em um ponto comercial na avenida Major Nicácio. “O Armário da Maria é um sonho de duas mulheres (mãe e filha que agora são sócias) que em meio a muitas mudanças em suas vidas, optou pela moda feminina que é uma paixão de toda mulher. Logo no início me tornei MEI, procurei o Sebrae e expliquei meu projeto de empreender no ramo da moda. Não podia e não queria esperar para começar com o pé direito”.

Marcela diz que decidiu pela formalização pensando em qualidade e no preço de custo das roupas.  “Tornar MEI é de suma importância nesta questão, pois no mercado da moda, as confecções atacadistas exigem a emissão de notas fiscais no ato da venda. Também pensamos nos benefícios do empreender”. Para ela, se tornar microempreendedora individual foi a melhor escolha, pois o MEI deu suporte para realização de compras no atacado com maior facilidade e desconto.

O analista de negócio do Sebrae afirma que a partir do momento que o empreendedor se formaliza, ele tem acesso a uma série de benefícios, como CNPJ para emissão de nota fiscal, baixo custo mensal de tributos como INSS, ISS ou ICMS,  acesso a novas linhas e produtos bancários, além de direitos e benefícios previdenciários como aposentadoria por idade, auxílio-doença, salário maternidade e pensão por morte (para a família). “Qualquer empreendedor que fature até R$ 81 mil anualmente, que não seja sócio, administrador ou titular de outra empresa e que tenha a atividade permitida pode se tornar MEI. A maioria dos MEIs são pessoas em busca novos caminhos profissionais, seja por motivo de demissão do trabalho ou em busca de novas alternativas. Outro perfil recorrente, são de pessoas que já possuem algum negócio e buscam a formalização pela segurança e pelos benefícios adquiridos”, conclui Douglas.  As atividades permitidas podem ser consultadas no site portaldoempreendedor.gov.br.

Foto: Divulgação (Armário da Maria)

Notícias

27.10.2020 |

Cocapec realiza seleção dos melhores cafés da Alta Mogiana

Penúltima etapa do Concurso de Qualidade Senhor Café 2020 aconteceu no último fim de semana

26.10.2020 |

Fatec Franca faz série de palestras sobre gestão e tecnologia

Evento online acontece dos dias 27 a 29 de outubro; Objetivo é promover a criatividade, inovação e o empreendedorismo

23.10.2020 |

Jovem empreendedor inaugurará clube de tabacaria no Franca Shopping

Unidade começará a funcionar em 1º de novembro e possui cafeteria, adega e charutaria