Sebrae orienta bares e restaurantes em tempo de coronavírus

Bares, restaurantes, lanchonetes, hamburguerias, pizzarias e comércios do segmento de alimentação fora do lar estão vendo o movimento (e o faturamento) cair, por conta do isolamento social causado pela crise do coronavírus. Diante deste cenário, o Sebrae SP selecionou algumas dicas para que esses empreendedores evitem uma crise séria nos seus caixas. Temos que lembrar que o consumidor está em estado de alerta e com medo, portanto ao aplicar as dicas os empreendedores promoverão experiências positivas na jornada do seu cliente e trarão a sensação de confiança na compra de seus produtos e serviços.

 – Reforce as boas práticas de fabricação e manipulação de alimentos;

Redobre a atenção para proteger seus clientes, seus colaboradores e toda a comunidade envolvida. Tenha e siga o manual de Boas Práticas de Fabricação e Manipulação de Alimentos e os POPs – Procedimentos Operacionais Padronizados implementados.

 – Reanalise os processos de sanitização de utensílios, mãos, objetos e superfícies – Álcool 70%/70° sempre;

Álcool 70%/70° e sabonete antisséptico já são itens obrigatórios para a assepsia das mãos nos estabelecimentos do foodservice – reforce a comunicação aos seus colaboradores e clientes com cartazes informativos nos banheiros e nas pias de lavagem de mãos. Não deixe faltar material!

 – Reforce e aumente a frequência da limpeza dos banheiros e vestiários;

Não é incomum encontrarmos banheiros sujos e com lixeiras transbordando de papéis usados. Esteja mais atento à manutenção de limpeza desses espaços, deverá haver um funcionário designado para tal função e o mesmo deverá utilizar equipamentos de proteção individual, como luvas de borracha, botas, uniforme apropriado dentre outros.

 – Atenção ao caixa;

Tente negociar e renegociar prazos com os fornecedores para que ganhem fôlego nesse período de aperto financeiro. Fique atento também às linhas de financiamento colocadas pelo Governo Federal e Estadual para empresas com dificuldades financeiras devido à pandemia.

– Reduza o número de assentos disponíveis aos clientes;

Respeite as regras das autoridades sanitárias e de Governo, retire as cadeiras e se possível também as mesas respeitando o espaçamento e distância de 2 metros. Se necessário, estipule um número máximo de clientes e preveja atendimentos com reservas em horários programados.

– Reduza o cardápio de alimentos crus;

O consumidor está desconfiado de comer alimentos crus, sendo assim avalie realmente se será necessário trabalhar com todo o mix de ofertas que o seu negócio oferta aos seus clientes. Portanto recomendamos uma análise da redução do seu cardápio afim de evitar desperdícios.

– Promova informações sobre o covid-19 à sua equipe;

Convoque os colaboradores para uma reunião de esclarecimentos sobre o covid-19. Muitas fake news estão sendo disseminadas. Respeite as distâncias, tire dúvidas e esclareça como serão as novas condutas de atendimento.

– Informe a todos as novas condutas por comunicação visual;

Implemente comunicações visuais nas praças de atendimento e banheiros sobre as condutas que todos devem ter, sejam clientes ou colaboradores.

– Reveja os canais de venda e seus processos;

WhatsApp Business para encomendas prévias de refeições com retirada no restaurante. Implementação de entrega/delivery, sem esquecer que o entregador é também um possível agente contaminante.  Adesão aos aplicativos existentes no mercado. Implementação de operação omnichanel própria.

Notícias

27.10.2020 |

Cocapec realiza seleção dos melhores cafés da Alta Mogiana

Penúltima etapa do Concurso de Qualidade Senhor Café 2020 aconteceu no último fim de semana

26.10.2020 |

Fatec Franca faz série de palestras sobre gestão e tecnologia

Evento online acontece dos dias 27 a 29 de outubro; Objetivo é promover a criatividade, inovação e o empreendedorismo

23.10.2020 |

Jovem empreendedor inaugurará clube de tabacaria no Franca Shopping

Unidade começará a funcionar em 1º de novembro e possui cafeteria, adega e charutaria